IMPLANTES DENTÁRIOS

Os prazeres simples da vida podem causar problemas e dor a milhões de adultos que sofrem com a perda permanente de dentes. Alguns têm dificuldade para falar, devido ao deslize ou ruído que as suas dentaduras artificiais fazem. Para outros, a irritação e a dor causada pelas dentaduras postiças são um sinal constante das limitações que sentem. Muitos estão preocupados com a sua aparência e podem sentir que a perda de dentes os fez envelhecer antes do tempo.
Actualmente, um maior número de pessoas estão a pôr fim a estes problemas ao optar por implantes dentais, uma forma revolucionária de repor os dentes perdidos. Os implantes dentais oferecem uma alternativa viável às limitações ou dentaduras convencionais, pontes e ausência de dentes.
Os implantes dentais estão a mudar o modo de viver das pessoas. Com estes, estão a descobrir de novo a comodidade e a confiança para comer, rir e desfrutar da vida.


PRINCIPAIS RAZÕES PARA OPTAR POR ELES

Restaurar as habilidades normais para comer e falar.
Melhorar a aparência facial e a confiança.
 Incrementar a retenção da dentadura.

A MELHOR ALTERNATIVA PARA DENTES NATURAIS.

  • Os implantes dentais foram designados “o melhor e mais próximo de uns dentes naturais” porque estes servem como um suporte para a reposição de dentes artificiais e eliminam a instabilidade associada aos adesivos ou cola de superfície e às pontes removíveis.

  • Os implantes são colocados de modo cirúrgico, directamente dentro ou sobre a mandíbula. Então asseguram-se espigas pequenas aos implantes os quais saem através da gengiva. As espigas proporcionam suportes estáveis para a reestruturação de dentes artificiais.

  • Os implantes dentais são feitos de materiais bio-compatíveis que se unem ao osso humano e aos tecidos.


ATENDER ÀS SUAS NECESSIDADES

Baseados nas necessidades dos pacientes apenas um dente, uma ponte parcial ou toda uma dentição, podem ser substituídos por implantes. Espigas que sobressaem são fixadas em cima dos implantes e são utilizados como suporte para os dentes artificiais. Em aparência e função os implantes são o mais próximo dos dentes naturais e a alternativa mais viável às dentaduras artificiais convencionais.

O QUE DEVE ESPERAR

Um cirurgião oral e maxilofacial determinará se você é candidato para os implantes dentais. Você será avaliado sobre uma variedade de considerações, incluindo a saúde dental, a sua forma de viver, a qualidade da sua mandíbula e os seus hábitos de higiene. Em consulta com o seu dentista, o cirurgião oral e maxilofacial planificará o seu programa de tratamento de implantes dentais.


Primeiro os implantes são colocados cirurgicamente dentro ou sobre a sua mandíbula. Estas peças pequenas formam a estrutura necessária para suster com segurança os dentes substituídos. Durante os primeiros três a seis meses, após a cirurgia, os implantes estão debaixo da superfície das gengivas, unindo-se gradualmente com a mandíbula. Durante todo este tempo, os pacientes usam dentaduras artificiais temporárias. Alguns pacientes queixam-se de incómodos menores ou inflamação imediatamente após o procedimento, mas a maioria não sofre mudanças na sua vida quotidiana.

Enquanto os implantes se integram na mandíbula, os dentes de reposição são ajustados. Os dentes de reposição devem sujeitar-se sobre os implantes, ajustar com segurança na sua boca e resistir ao movimento e a pressão diária de mastigar e falar. Por isso, é importante que estes sejam feitos por um dentista devidamente capacitado em técnicas restruturativas. Uma vez unidos os implantes à mandíbula começa a segunda fase, em que o cirurgião descobre os implantes.

Mientras los implantes se integran a la mandíbula, la dentadura provisional es ajustados.  Por ello es importante que éstos sean hechos por un dentista debidamente capacitado en técnicas restaurativas. Un vez los implantes se han unido a la mandíbula y maxilar comienza la segunda fase, en la que el cirujano descubre los implantes.